As melhores surpresas

Ano passado, em julho, eu finalmente realizei o sonho da minha vida: ir pra Inglaterra.

Eu fiquei no Newbold College, em uma cidadezinha a 40 minutos de Londres, chamada Bracknell. É simplesmente um dos lugares mais maravilhosos em que já estive. Mas o melhor da viajem, na realidade, nem foi passear por todos os lugares que sempre quis visitar, mas sim, conhecer todos as pessoas que também estavam lá. Eu conheci gente de 23 nacionalidades diferentes, e fiz amigos de vários lugares.

É simplesmente surreal saber que você pode encontrar pessoas que moram a mais de 10 mil km de distância de você, do outro lado do oceano e que tem tantas coisas em comum contigo. Essas amizades foram o melhor presente que a Inglaterra me deu 🙂

E eis que hoje, ao chegar da faculdade e abrir a porta da sala, me deparo com um envelope branco e grande em cima da mesa. Primeiro achei que era algo que tinha comprado pela internet e que finalmente havia chegado, mas qual foi minha surpresa quando vi que o pacote, na verdade, vinha da Ucrânia!!!

Uma das grandes amigas que fiz na Inglaterra, a Natalia, é ucraniana e me mandou um pacote CHEIO de coisas lindas e fofas 🙂 Parte dele deveria ter chegado ano passado, no Natal, mas o correio extraviou o pacote e eu não recebi nada. Tudo voltou pra casa dela e agora ela me mandou de novo, com outras coisinhas mais dentro do pacote 😀

Palavras não poderiam descrever minha felicidade, só posso dizer que saí pulando igual uma doida pela casa 🙂

Essas são, definitivamente, as melhores surpresas da vida.

a universidade onde fiquei

 

Naty e eu, no banquete final

 

Alfried Heiner, o alemão mais gato ever 😉

 

Os presentinhos lindos 🙂

Chocolates ucranianos

Cd de música ucraniana, cantado em russo (amei)

Lipbalm delicioso e um sabonete super cheiroso

 

Não vejo a hora de rever todo mundo de novo. Distance sucks!

xxx

Limonada Rosa

Quando a vida te dá limões você faz o que mesmo?

Já sei, você pega os limões, faz laranjada e deixa todo mundo se perguntando como você fez isso, certo?

Errado.

Você pega os limões e faz uma limonada rosa!

 

 

Limonada Rosa

Ingredientes:

4 limões sicilianos ou rosa

100 g de açúcar

600 ml de suco de frutas vermelhas

200 ml de água gelada

Gelo

Passo-a-passo:

Descasque os limões, deixando o máximo de pele branca possível. Esprema o suco. Em uma jarra resistente ao calor, coloque o suco de limão com o açúcar e as cascas. Despeje por cima a água fervente. Deixe esfriar e peneire passando para a jarra de servir. Acresente o suco de frutas vermelhas e a água gelada. Adoce a gosto e sirva com gelo.

Bom fim-de-semana 🙂



O Menino do Pijama Listrado

 

Um amigo me falou sobre esse livro faz tempo já, mas só fui lê-lo recentemente, depois de assistir o filme. Normalmente eu prefiro ler o livro antes e depois ver o filme, mas achei que nesse caso o filme ficou tão bem feito e fiel quanto o próprio livro. Uma das coisas que me chamou muito a atenção foi a própria orelha do livro, onde estava escrito assim:

“É muito difícil descrever a história de O menino do Pijama Listrado. Normalmente, o texto de orelha traz alguma dica sobre o livro, alguma informação, mas nesse caso acreditamos que isso poderia prejudicar sua leitura, e talvez seja melhor realizá-la sem que você saiba nada sobre a trama.

Caso você comece a lê-lo, embarcará em uma jornada ao lado de um garoto de nove anos chamado Bruno. E cedo ou tarde chegará com Bruno a uma cerca.

Cercas como essa existem no mundo todo. Esperamos que você nunca se depare com uma delas.”

Achei genial essa quase “não” apresentação do livro, aumentando ainda mais a curiosidade do leitor.

Gosto e me interesso muito pela Segunda Guerra Mundial, especialmente pelo Nazismo….não consigo entender como algo assim ocorreu… e esse livro, pra mim, foi um dos mais criativos até agora ao abordar esse tema. Um garoto alemão, filho de um importante comandante nazista que vira amigo de um garoto judeu preso em um campo de concentração. Simples, e ninguém havia pensado nisso antes.

Uma das coisas que mais gostei no livro foi a forma delicada e inocente da narração. Algumas páginas e lágrimas depois (sim, sou chorona!), fiquei pensando em como as crianças de hoje em dia agiriam em uma situação parecida. Ou nós mesmos. O livro, apesar de ser sobre o nazismo, é acima de tudo sobre uma amizade pura e verdadeira, maior do que qualquer cerca ou preconceito. Amei! Suuuuuper recomendo!!!

P.S: A capa é maravilhosa, com uma textura que imita o tecido dos uniformes 🙂

O Menino do Pijama Listrado

Autor: John Boyne

Cia. das Letras

 

E lá vamos nós…

Esse é meu terceiro blog, se não me engano. Há muito tempo atrás eu bem que tentei manter um, ou dois…mas na época não deu muito certo. Espero acertar agora na terceira tentativa 🙂

Por aqui vai ter um pouquinho de tudo, desde receitinhas culinárias, resenhas e opiniões minhas sobre livros, cds, filmes e tudo o mais que eu gosto (e isso também inclui futebol 😀 ).

Sejam bonzinhos e comentem, vai?! 🙂

Beijos